Brasil: Documentos revelados mostram segredos da ditadura

Brasil: Documentos revelados mostram segredos da ditadura

Documento mostra ação da polícia política do General Stroessner durante passagem de Brizola por Assunção

A volta de Brizola ao Brasil

Leonel Brizola chegou ao aeroporto de Foz do Iguaçu às 17h25 do dia 06 de setembro de 1979, após 5 489 dias no exílio, o mais longo já vivido por um político brasileiro. Ele desceu de um bimotor Piper de oito lugares que o trazia de Assunção e atravessou a pista acenando alegremente.

O voo de retorno começou em Washington, com escalas no Panamá, Lima e Assunção. Na capital paraguaia, quatro pequenas aeronaves contratadas pelo João Vicente Goulart aguardavam no aeroporto para trazer à Foz do Iguaçu a comitiva de Brizola. Ainda no aeroporto de Assunção agentes da polícia política também esperavam Brizola e seus acompanhantes. Alguns políticos do PLRA e outros partidos de oposição foram "expulsos" do aeroporto guarani e uma máquina fotográfica foi apreendida  pelos esbirros da ditadura do general Alfredo Stroessner. (Veja o documento)

Ler na íntegra