Pais doam órgaõs da filha morta por incompetência de dentistas

 Os pais  da menina Miela Cristina da Silva Santos, três anos, que teve morte cerebral depois de complicações na extração de um dente, decidiu doar seus órgãos, segundo o Globo Notícia. A criança entrou em coma há cinco dias em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

 
Miela foi com os pais à clínica Sorridents por estar com alguns dentes inflamados. A dentista teria então dado à criança óxido nitroso (gás anestésico) por inalação, além de quatro ampolar de anestésico. Logo depois da extração, a criança começou a ter convulsões e entrou em coma.