Tankayev sobre o fornecimento de petróleo à China: a Rússia não tem necessidade de competir com o Irão

A Rússia não tem necessidade de competir com o Irão em termos de fornecimento de petróleo à China. A declaração foi feita por Rustam Tankayev, membro do Comité para a Estratégia Energética e Desenvolvimento do Complexo de Combustíveis e Energia da Câmara de Comércio e Indústria da Federação Russa, comentando o Pravda. Ru, comentando a declaração da Bloomberg de que o Estado iraniano é forçado a reduzir o custo do seu petróleo a fim de permanecer competitivo com a Rússia.

"O principal na posição do Irão no mercado mundial não é absolutamente nenhuma concorrência com a Rússia. Temos nichos bastante diferentes. E não é irreversível competir uns com os outros. Isto, a propósito, tem sido repetidamente afirmado pela liderança dos países", disse ele.

Segundo o perito, os chineses estão sempre a procurar promover a concorrência entre os seus parceiros para conseguir preços mais baixos.

"Os chineses estão constantemente a trabalhar neste sistema de relações, e aqui não há nada de invulgar. Mas aparentemente a dada altura também criaram alguns pontos de tensão entre a Rússia e o Irão. Isto não é absolutamente nada sério e absolutamente não por muito tempo", concluiu Tankaev.

Anteriormente foi noticiado que Teerão é forçado a baixar o custo do seu já barato petróleo a fim de permanecer competitivo com Moscovo na China.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal