Dmitry Rogozin desiste de ser chefe do Roscosmos

Dmitry Rogozin desiste como chefe do Roscosmos, relata a RIA Novosti.

Dmitry Rogozin, o chefe da Corporação Espacial Estadual Russa Roscosmos, deixou o cargo.

O novo chefe da Roscosmos é Yuri Borisov. Ele ocupou anteriormente o cargo de vice-primeiro ministro encarregado do complexo militar-industrial no governo russo.

O Presidente Vladimir Putin assinou os decretos apropriados.

Dmitry Rogozin tornou-se o chefe da corporação estatal em maio de 2018. Até essa época, ele atuou como vice-presidente do governo russo, supervisionando o complexo militar-industrial.

Durante o mandato de Rogozin no cargo:

  • a dívida financeira do Centro Khrunichev foi reduzida;
  • a Rússia parou o desenvolvimento do foguete superpesado;
  • os Estados Unidos se recusaram a comprar assentos na espaçonave Soyuz;
  • a Rússia parou de vender motores de foguete RD-180 e RD-181 para os EUA;
  • Os módulos Nauka e Prichal foram lançados para a Estação Espacial Internacional;
  • O observatório espacial Spektr-RG foi lançado;
  • os testes de vôo dos foguetes da família Angara foram retomados.

Antes de Rogozin, Roscosmos foi chefiado por Igor Komarov, que atualmente ocupa o cargo de representante plenipotenciário do Presidente da Rússia no Distrito Federal do Volga.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin