Incêndio na refinaria de petróleo de Bryansk, na Rússia, após ataque com drones ucranianos

A refinaria de petróleo de Bryansk na Rússia foi atacada por UAVs de combate

A instalação de armazenamento de petróleo perto da cidade russa de Bryansk (localizada a cerca de 70 milhas (112 quilômetros) da fronteira ucraniana) foi atacada por veículos aéreos não tripulados, relata o canal Baza Telegram.

De acordo com Baza, os UAVs dispararam dois projéteis que atingiram os tanques de combustível da instalação de armazenamento de petróleo por volta das 2 da manhã.

Meia hora depois, foram ouvidas explosões em outro depósito de petróleo, que, presumivelmente, também foi atacado por UAVs.

Na manhã do dia 25 de abril, o governador da região de Kursk anunciou que as forças de defesa aérea da região destruíram dois UAVs.

O depósito de petróleo pertence à empresa petrolífera Tatneft. Não há confirmação de onde exatamente ocorreu outra explosão. De acordo com relatórios não confirmados, os drones de combate podem ter atacado outra instalação de armazenamento de petróleo ou um depósito de combustível e lubrificantes localizado no território de uma unidade militar.

A Rússia ataca instalações petrolíferas no norte da Ucrânia

Em 25 de abril, as armas de longo alcance de alta precisão russas atingiram a periferia norte da cidade de Kremenchug, visando uma refinaria de petróleo local. A refinaria foi usada para fornecer equipamento militar a um grupo das Forças Armadas da Ucrânia, disse o Major-General Igor Konashenkov na segunda-feira, 25 de abril.

Em outro ataque de precisão, as forças russas destruíram instalações de armazenamento que forneciam combustível para equipamentos militares de um grupo das Forças Armadas da Ucrânia, disse Konashenkov.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin
X