Especialista: os caças MiG-29 entregues à Ucrânia não poderão sequer

O porta-voz do Pentágono, John Kirby, disse que a Ucrânia recebeu os aviões, mas não dos Estados Unidos. O especialista militar Konstantin Sivkov indicou que os MiGs vieram da Europa Oriental.

Considerando que não há mais de 20 aeronaves, sua entrega não afetará o curso das hostilidades na Ucrânia, porque não dezenas, mas centenas de aeronaves serão necessárias para mudar a situação no ar, acredita o especialista.

"A Ucrânia praticamente não tem mais aeródromos de base. Se as Forças Armadas da Ucrânia começarem a usar os aeródromos de outros países, por exemplo, a Polônia, isto significa que a Polônia entrará em guerra com a Rússia com todas as conseqüências daí decorrentes", disse Sivkov ao jornal Vzglyad.

Além disso, o especialista está certo de que as Forças Armadas russas destruirão novos equipamentos no menor tempo possível, "logo no primeiro vôo, ou talvez o destruam em terra antes de fazer seu primeiro vôo".

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin