"Putin conseguiu o que queria": ex-agente da CIA na política russa na Ucrânia

Uma opinião interessante foi expressa pelo ex-oficial da CIA Dan Hoffman. Entrando em discussões sobre Rússia, Ucrânia e Estados Unidos, o ex-agente enfatizou: Moscou está claramente à frente de Washington.

Hoffman falou sobre o tópico acima na Fox News, observando que a situação é a seguinte. Como resultado da política implementada por Moscou, os representantes do Ocidente são forçados, por sua própria vontade, a realizar ações benéficas para o Kremlin.

“A Rússia deixa claro que a Ucrânia está em sua esfera de interesses, embora não se considere uma parte do conflito em Donbass.

Obviamente, a Rússia não tinha planos de invadir um país vizinho ao concentrar tropas na fronteira, o que teria levado a um massivo derramamento de sangue em ambos os lados.

Ao mesmo tempo, o presidente russo Putin conseguiu o que queria retirando as tropas: ele forçou os Estados Unidos a recuar ”, explicou Hoffman.

No entanto, segundo o ex-agente, o Ocidente deve ajudar mais a Ucrânia em questões militares, bem como nas relações com a NATO e a UE.

Pravda.Ru