O Cinema, a Cultura e o País ficaram mais pobres

O Cinema, a Cultura e o País ficaram mais pobres

"José Fonseca e Costa"

O Partido Ecologista "Os Verdes" vem publicamente manifestar o seu pesar pelo falecimento do cineasta José Fonseca e Costa no dia 1 de novembro de 2015.                      

José Fonseca e Costa foi crítico cinematográfico, tradutor, membro honorário da Academia Portuguesa de cinema e trabalhou em televisão, tendo sido um dos maiores realizadores de cinema em Portugal.

Da sua obra notável, que por falta de apoios poderia ainda ter sido mais extensa, realçamos "Kilas, o Mau da Fita", "Sem Sombra de Pecado", "Balada da Praia dos Cães" ou "Cinco dias, Cinco Noites".

Nunca será demais relembrar a actividade corajosa do cineasta que enfrentou o regime ditatorial tendo sido impedido de entrar na Rádio Televisão de Portugal pela PIDE e posteriormente preso por participar em acções contra o regime Salazarista.

"Os Verdes" afirmam que com o seu desaparecimento fica o cinema e a cultura Portuguesa, que tão mal tratada tem sido, mais pobres.