Author`s name Pravda.ru

Rússia respeita leis internacionais ao reivindicar uma parte do Ártico

Rússia acata os normativos internacionais na hora de reivindicar uma parte de plataforma continental do Ártico, declarou esta quinta-feira o presidente Vladimir Putin.

 “ No que se refere às nossas investigações , claro que seu objetivo é demonstrar os direitos da Federação da Rússia sobre uma parte desta plataforma , mas o fazemos no marco da ONU e de acordo com o procedimento internacional previsto”, afirmou Putin na conferencia de imprensa realizada em Kremlin.

No passado 2 de agosto um batiscafo russo descendeu ao fundo do Oceano Ártico para tomar provas do terreno e da flora aquática a uma profundidade de 4.261 metros.

Os resultados da expedição levaram os cientistas russos à conclusão de que a cordilheira Lomonosov é uma extensão natural da plataforma continental da Rússia.

O chanceler canadense, Peter McCay, reprochou a Moscou por apresentar “um espetáculo” e reivindicar territórios no Ártico. Putin acredita  injustificado o nervosismo e propõe manter um diálogo normal e profissional no marco da ONU.