Mufti Russos contra a proclamação de Jihad

Proclamar o Jihad é uma prática perigosa e não permissível, de acordo com o Conselho de Muftis da Rússia.

O Conselho lamenta que alguns elementos muçulmanos d«na Rússia querem exacerbar a guerra e não terminá-la, numa declaração feiro pelo Presidente do Conselho, Sheikh Ravil Gainutdinov, que considera que actos que fomentam a violência quebram o Código Penal da Rússia e também a sua legislação anti-terrorista.

Os Muçulmanos russos condenam a agressão contra o Iraque e rezam a Deus para que a guerra termine. Estão de acordo com acções humanitárias que visam ajudar a população iraquiana mas não podem angariar fundos para a compra de armas nem formas grupos para-militares.

Konstantin KODENETS PRAVDA.Ru