Author`s name Pravda.ru

Mais dois focos de gripe aviária em arredores de Moscovo

Os serviços sanitários de detectaram ontem (19) mais dois ficos de gripe aviária em arredores da capital nas regiões  Volokolamski e Ramenski confirmou o chefe dos Serviços Sanitários da Rússia, Guennadi Onischenko.

Anteriormente, tinham sido detectados focos de gripe das aves de H5N1 de tipo asiático nas regiões  Domodedovo, Taldomski, Podolski, Naro-Fominski e Zvenigorod.

Segundo Onischenko, as aves infectadas por vírus encontradas nos novos dois focos terão sido, «provavelmente, compradas, tal como as anteriores, no Mercado das Aves de Moscovo, e nos mesmos dias» .

As aves de explorações particulares começaram a ser vacinadas há um dia pelas autoridades sanitárias, tendo sido preparado mais de um milhão de doses da vacina contra a gripe das aves.

Por enquanto, registou-se apenas uma diminuição pouco significativa do consumo de frangos entre os moscovitas, mas Guennadi Onischenko continua a incentivar ao consumo de aves.

«Hoje não há necessidade de qualquer limitação à venda de aves na rede comercial» , garantiu.

O chefe dos Serviços Sanitários da Rússia rejeitou ainda a possibilidade avançada por Valeri Sitnikov, chefe dos Serviços Sanitários da Região de Moscovo, que sugeriu que este surto de gripe das aves pode tratar-se de «bioterrorismo» .

«Semelhante tipo de declarações é utilizado para desviar as atenções do tema central» , respondeu Onischenko.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal