Tchetchénia deve continuar integrado na Rússia

A bisneta do Chamil, que liderou os montanheses tchetchenos contra as forças do Império Russo no século 19 por mais do que trinta anos, declarou ontem que a República não tem condições para a independência.

Nazima Hanafi Muhammed, que vive na Etiópia, declarou que os Tchetchénos de hoje, que se intitulam “lutadores para a liberdade” nem querem independência, nem liberdade, e que lutam única e simplesmente para controlar redes criminosos.

Chamil se rendeu à forças Tsaristas em 1859, renunciando à confrontação com a Rússia.

Timofei BYELO PRAVDA.Ru