Silvio Berlusconi em Moscovo

Os assuntos a serem debatidos nesta visita breve do primeiro Ministro italiano em Moscovo serão questões de relações bilaterais, assuntos de política internacional e principalmente a situação em torno ao Iraque.

Berlusconi, que lidera um governo suportado por partidos fascistas, foi um dos primeiros líderes da EU a assinar uma carta a dar apoio à política intrusiva dos EUA relativamente ao Iraque, junto com os chefes de governo de Portugal, Reino Unido, Dinamarca, Espanha, Hungria, República Checa e Polónia.

Aponta-se que o Berlusconi só adere à hipótese de guerra como argumento final.

Olga SELYANINA PRAVDA.RU