Na Rússia um jornal foi fechado por causa das caricaturas religiosas

O promotor público da Rússia, Vladimir Lukin, exigiu punição para as autoridades de Volgogrado.

"O fato de uma Prefeitura fechar um jornal por causa de caricaturas é uma arbitrariedade que deve ser punida", disse Lukin em declarações à rádio Eco de Moscou.

A caricatura que provocou o fechamento do jornal municipal mostrava Jesus Cristo, Moisés, Buda e Maomé vendo pela televisão dois grupos de pessoas em confronto. Ao pé, uma nota dizia: "Nós não ensinamos isso".

A Promotoria Geral da Rússia anunciou a abertura de uma investigação para estabelecer se, com a publicação da caricatura, "Gorodskie Vesti" incorreu em "incitação ao ódio por motivos religiosos", delito contemplado no Código Penal russo.

Lukin disse que é evidente que, no desenho, não há nada que possa ferir os sentimentos das pessoas que professam uma ou outra religião.

Segundo UOL.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal