Brittney Griner, jogadora de basquete nos EUA, trocada pelo empresário russo Viktor Bout

A jogadora de basquete Brittney Griner, que foi condenada na Rússia por contrabando de drogas, foi trocada pelo cidadão russo Viktor Bout. Este último foi condenado nos Estados Unidos por apoio terrorista ao comércio ilegal de armas, relata a CNN. 

De acordo com a rede, Griner está atualmente sob a custódia de autoridades americanas a caminho dos EUA. 

O cidadão americano Paul Whelan, que foi condenado por espionagem na Rússia, não participou do intercâmbio. Whelan permanece em uma colônia russa. As famílias de Griner e Whelan foram informadas sobre a troca, disse a CNN.

O presidente americano Joe Biden, o secretário de Estado americano Anthony Blinken e a esposa de Griner falaram por telefone com o jogador de basquete.

Em julho de 2022, Washington ofereceu-se para trocar Bout pelos americanos Whelan e Griner que haviam sido presos na Rússia. O empresário está sob custódia desde 2008. As autoridades russas e americanas demoraram meses para negociar a questão. 

Viktor Bout retorna à Rússia

O empresário russo Viktor Bout voltou à sua pátria, disse o Ministério das Relações Exteriores russo.

Viktor Bout foi trocado pela cidadã americana Brittney Griner no aeroporto de Abu Dhabi.

Viktor Bout foi preso na Tailândia em 2008, a pedido de Washington. Em abril de 2012, o tribunal o condenou a 25 anos de prisão em um caso de conspiração para vender armas às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). Nos Estados Unidos, esta organização é reconhecida como um grupo terrorista. Os russos se declararam inocentes.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin