Putin encontra mães de militares russos que participam de operações especiais na Ucrânia

O presidente russo Vladimir Putin realizou uma reunião com as mães dos militares russos, relata a TASS.

"Para você, como para muitas mulheres na Rússia, cujos filhos estão permanecendo na zona de hostilidades, a atitude em relação a este evento [Dia das Mães] não é tão festiva, é claro, mas está mais associada a um sentimento de ansiedade e preocupação com seus meninos. Para uma mãe, não importa a idade de seu filho, ele é sempre um menino, sempre uma criança.

"Claramente, a vida é mais complexa e diversificada do que o que eles mostram nas telas de TV ou na Internet - não se pode confiar em nada ali. É apenas um monte de falsificações, enganos e mentiras. Há tantos ataques de informação acontecendo, porque no mundo moderno, levando em conta as tecnologias modernas, eles se tornaram especialmente relevantes e eficazes. A informação também é uma arma.

"Eu não posso me levar a dizer a vocês algumas coisas padrão formais relacionadas à expressão de condolências. Mas quero que você saiba que eu pessoalmente, e toda a liderança do país, compartilhamos sua dor". Entendemos que nada pode substituir a perda de um filho, a perda de um filho. Especialmente para uma mãe, para dar à luz seu filho, alimentá-lo e criá-lo", disse Putin durante a reunião.

"Faremos tudo o que depender de nós para que você sinta um ombro ao seu lado", acrescentou ele.

Anteriormente foi noticiado que o presidente russo Vladimir Putin iniciou uma reunião com mães de militares russos que participam da operação especial na Ucrânia. A reunião foi realizada na residência de Putin em Novo-Ogaryovo, perto de Moscou. Como anunciou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, o presidente e as mães dos militares teriam uma discussão livre.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin