Putin e EUA concordam em mudanças políticas em larga escala - especialista

Os Estados Unidos estão se preparando para mudanças políticas em larga escala. O mais provável é que este processo tenha sido coordenado com o presidente russo Vladimir Putin, acredita o economista Mikhail Khazin.

Os Estados Unidos deverão realizar eleições parlamentares em 8 de novembro para reeleger toda a Câmara dos Deputados e um terço dos senadores. As elites americanas que querem desenvolver suas próprias indústrias decidiram retirar os democratas do poder, acredita Khazin (eles agora controlam ambas as casas do Congresso).

O economista acredita que eles realizaram negociações com a Rússia para definir os contornos da futura ordem mundial.

Mikhail Khazin acredita que os líderes ocidentais serão os mais afetados após as eleições americanas.

"A vida mudou, e eles não podem olhar para o futuro - eles têm medo do futuro". Putin não é assim. Ele estava muito preocupado com o passado, mas fechou a porta ali e começou a falar sobre o futuro", disse Khazin no canal "Interpretação" do YouTube.

O Presidente da Rússia explicou que o Ocidente estava se tornando uma minoria no mundo, mas sua posição deve ser levada em conta. Com essas palavras Putin se mostrou como uma pessoa que escreve as regras do jogo para os próximos 50-100 anos.

Anteriormente, o economista disse que os ativos em dólares fora dos Estados Unidos logo seriam demolidos. É a contra-elite americana que poderá lançar este processo em um futuro próximo.

Se os republicanos vencerem as eleições parlamentares, os democratas - os capangas dos banqueiros internacionais - perderão suas posições no poder, disse também Mikhail Khazin. O dólar americano acabará se tornando uma moeda nacional comum, e os ativos denominados em dólares serão amortizados, ele acredita.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin