A Rússia envia 87.000 reservistas mobilizados para a zona de operação especial

Até 87.000 dos 300.000 reservistas chamados foram enviados para a zona de hostilidades como parte da mobilização parcial, disse o Ministro da Defesa russo Sergei Shoigu, relatórios da TASS.

Há quatro dias, Shoigu relatou um número diferente daqueles enviados para a zona de operações especiais - 82.000. Este número cresceu em 5.000 em quatro dias.

Forças russas destroem 190 mercenários estrangeiros

Shoigu também disse que as forças russas destruíram mais de 190 mercenários estrangeiros na zona da operação militar especial nas últimas duas semanas, relata a RIA Novosti.

Durante o mesmo período de tempo, os militares russos destruíram 74 tanques das Forças Armadas da Ucrânia, bem como 235 outros veículos blindados, dois lança-foguetes múltiplos HIMARS e 268 veículos com metralhadoras pesadas.

Em 31 de outubro, o Ministério da Defesa também informou que unidades das Forças Armadas russas derrotaram dois grupos táticos das Forças Armadas da Ucrânia, assim como duas formações de mercenários estrangeiros.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin