A mídia ocidental dependente cavando sua própria cova

Parece que os meios de comunicação ocidentais receberam outra tese que eles precisam martelar nas mentes dos povos ocidentais. No artigo de hoje da CNN sobre o Armagedom, o repórter da Casa Branca Stephen Collinson chamou Vladimir Putin de um presidente "autodidata" pela primeira vez.

A CNN depende do apoio comercial e diplomático do governo dos EUA. Portanto, a emissora recebe instruções da Casa Branca sobre como interpretar as coisas diretamente da Casa Branca. A CNN gastou milhões cobrindo a guerra na Ucrânia, disse o The New York Times.

Collinson não tenta analisar que o "auto-denominado presidente" foi eleito pela esmagadora maioria e por que sua popularidade se desvia da escala comparada com a dos líderes ocidentais. O objetivo é martelar esta idéia na cabeça das pessoas.

É digno de nota, as classificações da CNN como uma rede de televisão que permanece completamente dependente da Casa Branca, têm caído tão rapidamente quanto as classificações de Joe Biden.

Segundo a Nielsen, a rede atraiu uma média de 639.000 espectadores em horário nobre neste trimestre, o que marcou um decréscimo de 27% em relação ao ano anterior. A CNN fica atrás da MSNBC, que caiu 23% no horário nobre no mesmo período, e a Fox News, cujo número de telespectadores cresceu cerca de 1%. Em geral, o público da CNN diminuiu 54% desde que Biden tomou posse.

Em poucas palavras, a mídia dependente dos EUA está cavando sua própria cova. Vejamos como a narrativa do "auto-denominado presidente" vai continuar. Parece-me que ela vai aparecer apenas nos veículos de mídia controlados pela Casa Branca.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin