Zelensky se recusa oficialmente a negociar com Putin

O Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky aplicou oficialmente a decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa sobre a impossibilidade de negociações com o Presidente russo Vladimir Putin. O decreto foi publicado no site do presidente ucraniano.

O decreto, que entra em vigor a partir da data de sua publicação, declara que é impossível conduzir negociações com o presidente russo. Além disso, Zelensky recomendou que o Verkhovna Rada (o Parlamento ucraniano) aprovasse rapidamente projetos de lei sobre sanções apropriadas e outras reações à escalada por parte da Federação Russa".

O Presidente da Ucrânia, após a reunião do Conselho Nacional de Segurança e Defesa em 30 de setembro, disse que Kyiv estava pronto para as negociações com Moscou. Entretanto, as negociações só ocorrerão quando o presidente na Rússia mudar.

"É o nosso Estado que sempre ofereceu à Rússia para concordar com a coexistência em termos iguais, honestos, dignos e justos". Obviamente, com este presidente russo, isto é impossível. Ele não sabe o que é dignidade e honestidade", disse Zelensky.

No mesmo dia, o presidente russo Vladimir Putin anunciou que estava pronto para as negociações com a liderança ucraniana. Ele esclareceu que o diálogo poderia ser possível se Kyiv estivesse interessado nele.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin