Putin faz um discurso marcante no Kremlin

O presidente russo Vladimir Putin iniciou a tão aguardada cerimônia no Kremlin.

Abaixo estão as teses de seu discurso:

- As pessoas fizeram sua escolha, esta é a vontade de milhões de pessoas, este é seu direito inalienável, que está consagrado na Carta das Nações Unidas.

- Putin anunciou um minuto de silêncio em memória dos "heróis da primavera russa", "guerras de Donbas", "mártires de Odessa".

- Em 1991, representantes das elites partidárias, sem perguntar ao povo, destruíram a URSS. Não há União Soviética, não pode ser devolvida, a Rússia não precisa do renascimento da URSS, não estamos nos esforçando para isso.

- As pessoas que vivem em Donetsk, Luhansk, Kherson e Zaporozhye tornam-se nossos cidadãos para sempre.

- Putin exortou Kyiv a cessar imediatamente as hostilidades e retornar à mesa de negociações.

- Protegeremos nossas terras com todas as forças e meios à nossa disposição e faremos tudo para garantir a segurança das pessoas. Esta é a grande missão de libertação de nosso povo.

- Reconstruiremos todas as cidades e vilas destruídas. Desenvolveremos empreendimentos, infra-estrutura, sistemas de saúde.

- O Ocidente não precisa da Rússia em absoluto. Somos nós que precisamos da Rússia. A Rússia será sempre a Rússia, nós a defenderemos.

- O Ocidente sempre diz que representa a ordem e as regras, mas onde estão essas regras? Padrões sólidos, duplos ou até mesmo triplos, projetados para tolos. A Rússia não viverá de acordo com tais regras.

- O Ocidente quer nos ver como uma colônia, uma multidão de escravos sem alma. Para eles, nossa filosofia é uma ameaça direta, e é por isso que eles invadem nossos filósofos.

- A russofobia é racismo.

- Os Estados Unidos são o único país do mundo a ter usado armas nucleares duas vezes. 

Putin acusou os anglo-saxões de sabotagem sobre os Nord Streams:

- As sanções não são suficientes para os anglo-saxões, eles mudaram para a sabotagem, de fato, eles procederam à destruição da infra-estrutura pan-européia.

- Queremos realmente ter os pais nº 1, nº 2, nº 3 em vez de mãe e pai na Rússia? Isto é completamente louco, não é? Para nós, isto é inaceitável.

- O mundo entrou em um período de transformações revolucionárias, elas são fundamentais por natureza, disse Putin.

- O colapso da hegemonia ocidental, que começou, é irreversível. Não vai ser como foi. Hoje estamos lutando para que nunca ocorra para ninguém que nosso povo, nossa língua e nossa cultura possam ser apagados da história.

- Nossos valores são a humanidade, a misericórdia e a compaixão. Agora precisamos da consolidação de toda a sociedade, que é baseada na soberania, na criação e na justiça.

Putin terminou seu discurso dizendo: "Nós representamos a verdade, nós representamos a Rússia".

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin