A Ucrânia apanha oficialmente o presidente checheno Kadyrov. Kadyrov, don, responde, don

A Ucrânia acusa o presidente da Chechênia, Kadyrov. Ele responde. Don.

O Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) apresentou queixa contra o Presidente da República da Chechênia, Ramzan Kadyrov. Segundo o canal oficial de telegramas da SBU de Ukrainу, Kadyrov é acusado de participar do desenvolvimento de planos para "operações militares" no território da Ucrânia.

"Está documentado que em fevereiro-março de 2022, Kadyrov conduziu pessoalmente o desenvolvimento e planejamento de operações militares individuais, deu ordens e ouviu os relatórios dos chefes de unidades", disse a SBU em uma declaração.

As autoridades de Kyiv acusaram o presidente checheno de "planejar, preparar, desencadear e empreender uma guerra agressiva", bem como de "cometer ações deliberadas para mudar as fronteiras do território da Ucrânia".

No início de março, Ramzan Kadyrov prometeu recompensar os funcionários da SBU que trabalham "pela Rússia contra Bandera". Segundo Kadyrov, após o fim da operação especial russa, tais funcionários da SBU que cuidam do futuro limpo de sua amada Ucrânia serão entregues a prêmios estatais e poderão continuar a servir em benefício de seu povo e de seu país.

Kadyrov responde às acusações da Ucrânia

Não demorou muito para Ramzan Kadyrov responder à decisão da SBU. 

Nota de Ed.: Enquanto fala, Ramzan Kadyrov sempre usa a partícula 'don' entre as palavras em seu discurso. Como ele mesmo explicou uma vez, esta é uma forma chechena de falar coloquialmente. A partícula é usada para ligar as palavras entre si e na verdade representa a expressão chechena 'дуй хьунан' - 'dui hyunan'.

Cavalheiros SBU-shniks, encontrem um lugar, don, onde devemos ir, nós iremos com prazer, don, e descobriremos quem é o criminoso aqui, quem é o assassino, don, quem é o terrorista". 

"Eu participei, participo e participarei da operação especial, libertarei aquelas pessoas que vocês torturaram e escarneceram durante todos estes anos. Se você me perguntar, eu teria levado Kyiv há muito tempo, Zelensky e similares teriam estado no porão. <...> Portanto, você deve agradecer a Putin, pois ele não nos permite levar Kyiv e responsabilizá-lo. <…>

"Temos muitas oportunidades, don, com tais oportunidades, podemos até ousadamente ir à Europa, don, para forçá-los a mudar, don, suas decisões, que em primeiro lugar, don, são contra seu povo. <…>

"Peço mais uma vez, peço muito ao Comandante Supremo em Chefe que nos dê a oportunidade de completar a operação especial, don, para não atrasar esta operação. Se 15% da comunidade mundial está contra nós, isto não significa que o mundo inteiro está contra nós. <…>

"Sou grato ao Ministério da Defesa, à Guarda Nacional, don, e, claro, sou grato ao Comandante Supremo, don, por nos dar mais de 5.000 combatentes adicionais, totalmente equipados com todas as armas especiais, don. Portanto, espere algumas surpresas". 

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin
X