O Ministério das Relações Exteriores da Rússia fala sobre o confronto militar Rússia-NATO

Um confronto militar entre a Rússia, os Estados Unidos e a OTAN não faz parte dos interesses de Moscou. A Rússia, como potência nuclear, continuará a agir da maneira mais responsável possível, disse Ivan Nechaev, diretor adjunto do Departamento de Informação e Imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, segundo reporta a RIA Novosti.

"Nossas forças armadas estão equipadas com armas convencionais modernas e de alta precisão, que nos permitem implementar plenamente as metas e tarefas estabelecidas pelo Presidente da Rússia para fins da operação especial na Ucrânia". A Rússia, como potência nuclear, continuará a agir da maneira mais responsável possível, e um confronto direto com os Estados Unidos e a OTAN não faz parte de nossos interesses", disse ele.

O diplomata observou que a Rússia não fez ameaças ao uso de armas nucleares. Todas as discussões sobre a suposta intenção de baixar o limiar para seu uso são conduzidas nos círculos governantes dos Estados Unidos, Grã-Bretanha e União Européia.

Anteriormente, o Ministro da Defesa Sergei Shoygu disse que todas as falsas notícias sobre os supostos planos da Rússia de usar armas nucleares e químicas na Ucrânia eram uma mentira. A Rússia não precisa recorrer a tais medidas, disse o ministro acrescentando que a principal missão do arsenal nuclear russo é impedir um ataque nuclear contra a Rússia.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin