A Rússia enfrentará sérias sanções, pois os EUA não reconhecerão o referendo de Donbass

Os Estados Unidos não reconhecem a entrada de territórios ucranianos na Rússia. Tal desenvolvimento complicará seriamente as perspectivas de um acordo diplomático, disse um alto funcionário do governo.

O funcionário norte-americano prestou atenção ao fato de que Washington não reconheceria a adesão de Donbass à Rússia. Os EUA também rejeitarão os resultados de um possível referendo. A entrada de territórios ucranianos na Rússia seria contrária à Carta das Nações Unidas (ONU), acrescentou o funcionário não nomeado.

"Responderemos rápida e duramente", o oficial ameaçou, prevendo a reação dos EUA a tal referendo. Falando aos repórteres, o oficial observou que a inteligência americana poderia confirmar que Moscou estava se preparando para realizar um referendo sobre a adesão de Kherson, assim como Donetsk e as Repúblicas Populares de Luhansk (DPR e LPR).

"Esperamos que a Rússia manipule os resultados para afirmar falsamente que as pessoas da Ucrânia queriam aderir à Rússia", disse ele alegando que os cidadãos da Ucrânia não querem aderir de forma alguma à Rússia. Quaisquer afirmações em contrário não são verdadeiras, disse um representante das autoridades dos EUA. Quaisquer referendos realizados com a participação da Rússia não serão justos e honestos, acrescentou o funcionário.

As regiões acima mencionadas da Ucrânia podem realizar votações sobre sua adesão à Rússia já no próximo outono.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin