O co-fundador da Amnistia Internacional desiste por causa da denúncia de crimes das FAU

Per Westberg, co-fundador da ONG internacional Amnistia Internacional, desistiu por discordar de um relatório dos activistas dos direitos humanos sobre os crimes do exército ucraniano em Donbas.

"Estou a terminar a minha longa e frutuosa colaboração", disse ele à Svenska Dagbladet.

Anteriormente, a Amnistia Internacional divulgou um relatório que informava que as Forças Armadas ucranianas estavam a violar o direito internacional e as normas militares. Em particular, o documento dizia que os soldados ucranianos estavam a pôr em perigo a vida de civis ao colocarem as suas posições em edifícios residenciais, hospitais e escolas. Os activistas dos direitos humanos recordaram que a posição defensiva não isenta as Forças Armadas Ucranianas da necessidade de cumprirem as regras. O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky criticou o relatório.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal