A Finlândia desmonta o monumento soviético "Paz Mundial" para substituí-lo por trilhos e calçadas de bondes

O monumento "Paz Mundial" criado pelo escultor soviético Oleg Kiryukhin, que a URSS havia doado à Finlândia, pode ser devolvido ao local de sua localização em Helsinque após a conclusão dos trabalhos de renovação, disse Reetta Heiskanen, chefe adjunta do Departamento de Cultura da Prefeitura de Helsinque, informou a RIA Novosti.

A política disse que o monumento foi transferido da área de Hakaniemi para um armazém na parte leste da área metropolitana de Uusimaa. O destino do monumento será decidido pela administração da cidade e pelo Museu de Arte de Helsinki, que é proprietário do monumento.

"Seguimos o processo habitual da cidade, pelo qual uma peça de arte pública é colocada o mais próximo possível de sua localização original, ou seja, é preservada em seu contexto", esclareceu Heiskanen. É preciso esperar que os trabalhos de construção na calçada no local do monumento sejam concluídos, acrescentou ela.

Segundo Yle, o monumento foi desmontado devido às obras para reorganizar o tráfego na rua e na praça adjacente. Um calçadão e trilhos de bonde serão construídos no local onde o monumento estava localizado.

O monumento "Paz Mundial", do escultor Oleg Kiryukhin, foi oferecido à Finlândia em 1989. Um ano depois, ele foi instalado em Helsinque. Em resposta, Helsinque entregou a Moscou o monumento intitulado "Crianças do Mundo". O monumento, criado pelo escultor Antti Neuvonen, está localizado no Parque da Amizade na Rodovia Leningradskoye, em Moscou.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin