Adiantamento: Kosovo poderia ser o lugar para uma guerra entre os EUA e a Rússia

A recente escalada em Kosovo é tão perigosa que leva o mundo a um conflito armado com a participação indireta das grandes potências. Esta opinião foi expressa por D. Marjanovic, colunista do Avanço Croata.

O conflito em Kosovo terminou em 1999, mas permanece sem solução até hoje: em 2008 Kosovo declarou independência, a Sérvia não a reconheceu e no início de agosto a situação na região voltou a se agravar, observou o autor. Em sua opinião, enquanto as tropas da OTAN estiverem estacionadas em Kosovo, Belgrado entende que elas não poderão devolvê-lo. Ao mesmo tempo, os sérvios vivem no norte da região, que não reconhecem a autoridade de Pristina.

O recente agravamento da situação na região foi causado pela decisão das autoridades de Pristina de obrigar os sérvios a transferir carros para as placas do Kosovo. Como resultado, após o início do confronto, as autoridades adiaram a implementação da decisão para setembro.

Marjanovic acredita que, de fato, a crise foi deslocada no tempo em um mês: os sérvios acusam os kosovares de tentar expulsar seus companheiros de tribos, os albaneses em resposta ao incitamento anunciado de Belgrado. A Rússia apoiou a Sérvia, a OTAN apoiou o Kosovo.

O autor acredita que o agravamento do conflito ameaça com a expulsão completa dos sérvios de Kosovo. Isto pode permitir que estes últimos, tendo resolvido a questão territorial, se juntem a todas as organizações internacionais desejadas. No entanto, este não é o único cenário.

"Outra opção mais perigosa também é possível, na qual poderes poderosos interviriam e transformariam Kosovo em outro campo de guerra por procuração", frisou Marjanovic.

Em sua opinião, poderia ocorrer uma escalada em grande escala, semelhante aos conflitos da Guerra Fria, quando os EUA e a URSS entraram em conflito em todo o mundo através de países terceiros. No entanto, desta vez a Europa corre o risco de se tornar um lugar de confronto.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin