Especialista nomeia a razão pela qual a Rússia não usa suas últimas armas na Ucrânia

O exército russo ainda não utilizou as armas mais modernas em uma operação especial na Ucrânia. Por que as Forças Armadas russas não usam em combate, por exemplo, bombas detonadoras volumétricas, Okhotnik, Pacer, drones Altius, tanques T-14 da plataforma Armata ou robôs de combate Uran, explicou o especialista militar Alexei Leonkov.

"Entendemos que a OTAN está nos estudando, então usamos Tor-M1 em vez de Tor-M2 com 16 mísseis, em vez de Buk-M3 atiramos Buk-M2. Na verdade, a OTAN está estudando este equipamento russo, e as Forças Armadas russas em breve o substituirão por um mais moderno", disse o observador.

É notado que a eficácia dos mísseis russos na operação especial enfureceu os americanos. Especialistas disseram que o Pentágono está cada vez mais insatisfeito com a precisão dos ataques de mísseis das Forças Armadas russas no contexto de fornecer às autoridades de Kiev equipamentos militares e armas no valor de bilhões de dólares, escreve o portal de notícias Life.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin