A Ucrânia exige a imposição de sanções contra Belarus, chamando-a de co-agressor

A Rada exigiu reconhecer Belarus como um "co-aggressor" e impor sanções contra ele

Os deputados do Verkhovna Rada da Ucrânia apresentaram na quinta-feira um projeto de lei exigindo que Belarus seja reconhecido como um "co-aggressor" e impondo sanções contra Minsk.

"De acordo com as normas do direito internacional, Belarus é um "co-aggressor", porque voluntariamente forneceu seu território para que as Forças Armadas da Federação Russa cometessem atos de agressão contra a Ucrânia. Graças a esse apoio, as tropas russas se aproximaram de Kyiv dois dias depois, capturando a usina nuclear de Chernobyl, as cidades de Slavutich, Irpen, as aldeias de Ivankov, Gostomel, Buchu e outros assentamentos no norte da Ucrânia", diz a nota explicativa do documento.

Segundo o texto do projeto de lei, seu principal objetivo é a introdução pela Ucrânia de medidas econômicas especiais e outras medidas restritivas contra Belarus, prevendo, em particular, o desenvolvimento de um mecanismo para a apreensão forçada de objetos de direitos de propriedade de Belarus como um Estado "apoiando ativamente a agressão militar da Federação Russa contra a Ucrânia".

Os deputados também propõem ampliar a lista de motivos para privar a cidadania ucraniana de pessoas com dupla cidadania da Ucrânia e da Bielorússia.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin