A Rússia considera deixar a OMC e a OMS

A agenda de uma das próximas reuniões da Duma incluiu uma discussão sobre a retirada da Rússia de duas organizações internacionais ao mesmo tempo: a OMC (Organização Mundial do Comércio) e a OMS (Organização Mundial da Saúde). Isto foi anunciado pelo Vice-presidente do Parlamento russo Pyotr Tolstoy.

Segundo o parlamentar, isto está ligado ao fato de que ambas as organizações "negligenciaram todas as obrigações em relação a nosso país".

Tolstoy lembrou que a Rússia já havia cancelado sua participação no Conselho da Europa anteriormente e acrescentou que agora era hora de rever as obrigações e tratados internacionais da Rússia, que atualmente não trazem nenhum benefício, mas causam danos diretos ao país.

Em abril, o presidente russo Vladimir Putin disse que as restrições "ilegais" impostas pelos países ocidentais aos negócios russos são contrárias às regras da OMC, e instruiu o governo a atualizar a estratégia para a adesão da Rússia à organização até 1º de junho.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin