Parlamento finlandês vota pela adesão do país à OTAN

O Parlamento finlandês na terça-feira apoiou a proposta para a entrada do país na OTAN. 188 deputados votaram a favor, oito se opuseram ao pedido de adesão à OTAN.

A decisão deve ser aprovada pelo presidente Sauli Niinistö. Como o chefe da república está em visita de Estado à Suécia, espera-se que isso seja feito remotamente. Após a aprovação do presidente, o pedido será apresentado à sede da OTAN em Bruxelas - junto com a sueca.

Durante uma conversa telefônica com Niinistö no sábado, o presidente russo Vladimir Putin chamou erroneamente a rejeição da Finlândia de sua tradicional política de neutralidade militar, pois não há ameaças à sua segurança, disse o serviço de imprensa do Kremlin.

Tal mudança na política externa da República pode ter um impacto negativo nas relações bilaterais, que por muitos anos foram construídas no espírito de boa vizinhança e cooperação em parceria, foram mutuamente benéficas, ressaltou o serviço de imprensa.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin