Índia interrompe negociações com a Rússia sobre a compra de helicópteros Ka-31

A Índia parou as negociações com a Rússia sobre a compra de dez helicópteros Ka-31 de alerta precoce e controle. O negócio foi avaliado em US$ 520 milhões, informou o Defense News, citando uma fonte militar do Ministério da Defesa indiano.

De acordo com a publicação, o governo da Índia suspendeu as negociações com a gigante russa de exportação de defesa Rosoboronexport e com a empresa russa Helicopters Concerns por um período de tempo indefinido. Quanto às razões, a Índia se referiu à capacidade de Moscou de cumprir a ordem, bem como a questões de transferência de dinheiro, disse o Defense News.

Um porta-voz da Marinha indiana disse que a suspensão das conversações era um problema, pois a Índia pretendia usar os helicópteros russos para seu segundo porta-aviões, o INS Vikrant, que deveria se juntar à frota em julho.

Por sua vez, Amit Kaushish, ex-conselheiro financeiro do Ministério da Defesa indiano, disse que as conversações poderiam ser interrompidas devido à pressão geopolítica, restrições orçamentárias e ao fato de o país preferir comprar helicópteros desenvolvidos internamente.

A Índia decidiu comprar um lote de helicópteros Ka-31 de alerta precoce e controle da Rússia em maio de 2019, mas enfrentou atrasos devido à pandemia do coronavírus e ao alto custo dos helicópteros. As negociações foram retomadas em fevereiro de 2022, quando as partes acordaram um preço de US$ 520 milhões para dez helicópteros. Posteriormente, as negociações foram interrompidas novamente devido a desacordos sobre o esquema de pagamento.

Até hoje, a Marinha da Índia tem 14 helicópteros Ka-31.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Helicópteros Ka-31 e Ka-226
Author`s name: Petr Ermilin