Biden pede ao Congresso 33 bilhões de dólares para ajudar a Ucrânia e a Europa

O presidente americano Joe Biden pedirá ao Congresso que alocar US$ 33 bilhões para ajudar a Ucrânia em sua defesa, bem como para fortalecer a defesa dos países europeus, informa a CNBC na quarta-feira.

Ao mesmo tempo, US$ 20,4 bilhões deverão ser alocados para o fornecimento de armas à Ucrânia e a vários países europeus. Isso supostamente inclui artilharia, veículos blindados, armas antitanque e antiaéreas, fortalecimento dos meios de defesa contra ataques cibernéticos, e assistência na limpeza de territórios.

Este financiamento é destinado para o período até setembro deste ano.

Também é informado que US$ 8,5 bilhões dos fundos solicitados serão direcionados para apoiar a economia ucraniana. Estes fundos se destinam a financiar o governo ucraniano, ajudar a Ucrânia nos campos alimentício, energético e médico.

Além disso, US$ 3 bilhões serão destinados à assistência humanitária em todo o mundo sob a forma de trigo e outros bens.

Espera-se que o pedido do Congresso de Biden receba amplo apoio tanto dos democratas quanto dos republicanos.

Assim, o canal observa que, em nove meses, os gastos totais dos EUA com a Ucrânia excederão 36 bilhões de dólares.

Além disso, Biden vai apresentar uma série de propostas ao Congresso para alterar as leis existentes a fim de facilitar a implementação das sanções impostas aos empresários, empresas e funcionários russos pelo Tesouro dos EUA e pelo Departamento de Estado.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin