EUA não comprarão mais motores russos RD-180

O diretor executivo da United Launch Alliance (ULA), Tori Bruno, disse que os Estados Unidos haviam abandonado as compras de motores russos RD-180, que eram usados ​​para alimentar mísseis Atlas V.

A recusa está relacionada à intenção de cessar a operação desses mísseis em meados da década de 2020. Antes de desativar o Atlas V, a ULA (a aliança da Boeing e da Lockheed Martin) planeja realizar 29 lançamentos para o Pentágono, NASA, Amazon e outros clientes privados.

De acordo com Tori Bruno, a empresa comprou antecipadamente uma quantidade suficiente de RD-180.

"Portanto, posso encerrar essa relação [com a Rússia] e não depender [dela], como o Congresso nos pediu", disse Bruno.

Hoje, os Estados Unidos têm 122 motores RD-180, a maioria deles armazenados em depósitos.

A ULA planeja substituir os motores russos por BE-4s mais baratos que funcionam com oxigênio e metano. Eles foram criados pela Blue Origin, do bilionário Jeff Bezos. Esses motores alimentarão foguetes Vulcan, que substituirão o Atlas V.

Pravda.Ru

Contacto: jornalpravda@gmail.com