Sahara Ocidental: Solidariedade

No seguimento da vaga de repressão lançada pelo Reino de Marrocos contra a população saharaui indefesa, através das suas forças policiais e de segurança, Mohamed Sidati, ministro Saharaui Deelegado para a Europa lança um apelo à União Europeia para que ponha termo a essa política de agressão. O dirigente saharaui, mas também os familiares dos presos saharauis em greve de fome na Prisão de Salé/Rabat, apelam de forma veemente à Solidariedade para com esses defensores dos direitos humanos e da liberdade de opinião que entraram já na sua segunda semana de greve de fome.

Associação de Amizade Portugal - Sahara Ocidental