71 mortos e 10,6 milhões de chineses desabrigados por causa das inundações

As chuvas torrenciais dos últimos dias no sul da China deixaram um saldo de 71 mortos e 10,6 milhões de desabrigados, enquanto as autoridades meteorológicas alertam para novas precipitações nos próximos três dias.

Chuvas, deslizamentos de terra e inundações deixaram também 13 desaparecidos. Foi preciso remover 643 mil pessoas de suas casas nas províncias de Hunan, Cantão, Guangxi, Guizhou, Jiangxi e Fujian, informa hoje a imprensa estatal. Além disso, 57.600 hectares de plantações foram destruídos e mais de 100 mil casas sofreram danos.

O prejuízo está avaliado em mais de US$ 436 milhões. Metade deste valor corresponde ao setor agrícola, segundo o Ministério de Assuntos Civis.

A situação pode se agravar nos próximos dias com a chegada de novas chuvas, segundo os departamentos meteorológicos.

"A previsão é de chuvas nos próximos três dias. Devemos manter o alerta para possíveis novas inundações", disse Huang Zhong, diretor do escritório meteorológico da província de Cantão, citado pelo jornal China Daily.

Fonte Portal Estadão

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal