DECLARAÇÂO de Ariel Sharon

Quando se fala em guerra, a imprensa ocidental gosta de fazer um balanço de forças que invariavelmente nos da uma idéia do que acontecerá:

ISRAEL: l milhão e 400 mil metralhadoras. 5.000 tanques de guerra. 10.000 carros de assalto. 1.400 aviões de combate, entre eles o famoso “F16”. 800 helicópteros, entre eles o “Cobra”. 300 navios de guerra. 1 milhão e 500 mil soldados, contando a força de emergência e para terminar, 200 bombas atômicas! Secretamente: diversificação de armas químicas não declaradas!

PALESTINA: Entre 300 a 500 metralhadoras. 300.000 homens entre 20 a 70 anos. 200.000 crianças entre 12 e 20 anos. 100.000 crianças de 5 a 12 anos. Pedras de 3 cms: 250.000. Pedras de 5 cms: 180.000. Pedras com mais de 5 cms: 200.000. 10 barcos de pesca já destruídos. 1 helicóptero pessoal de Arafat, também destruído. Arma secreta; algumas senhoras com mais de 70 anos.

Depois dessa realidade ridícula se torna mais ridícula a declaração de Sharon!

Veio-me a cabeça que Adolf Hitler também, caso fosse imbecil como Sharon, poderia declarar que iria combater os judeus e como nas outras vezes, iria derrota-los.

Quando chegará o dia em que os lideres do mundo deixarão de ser tão ridículos e infames?

Será que Sharon está em seu juízo perfeito, ou estamos tratando com um retardado mental, que infelizmente está sendo aceito pelo mundo como um normal? Armando COSTA ROCHA PRAVDA.Ru BRASIL