Presos libertados por falhas no seguimento das normas legais

Os 31 detidos tinham sido presos onze dias antes pelas forças de segurança de Timor Loro Sae. Porém, foram libertadas esta semana porque as normas legais não tinham sido seguidas.

O Programa da Monitorização do Sistema de Justiça considera que houvera ilegalidades no processo de detenção, porque os presos foram detidos na cadeia de Dili sem ordem de juiz e não foram ouvidos durante as 72 horas a seguir à detenção.

Os homens foram presos durante a operação para combater as semanas de violência que grassaram no país.

Lao MENDES PRAVDA.Ru DILI TIMOR LORO SAE