Governo recupera mais de seis mil quilômetros de rodovias

As obras estão sendo feitas, principalmente, nas estradas federais classificadas como corredores de escoamento agrícola. Além disso, no período, houve trabalhos de sinalização em outros 17,9 mil quilômetros e a construção e adequação em 269 quilômetros.

As principais obras rodoviárias estão inseridas no Programa de Recuperação e Manutenção de Rodovias, lançado em 2003. O plano inclui trechos cuja escolha seguiu critérios técnicos de prioridade e atendeu demandas apresentadas pelos governos estaduais, Ministério da Agricultura e Confederação Nacional do Transporte.

Somente este ano, para obras em estradas o Ministério dos Transportes tem recursos disponíveis da ordem de R$ 1,45 bilhão. Desse montante, o ministério já empenhou R$ 1,28 bilhão. Em 2005, deverão ser recuperados cerca de sete mil quilômetros de rodovias e adequados e duplicados outros 10 trechos.

Principais obras

Determinado a ampliar a capacidade das principais rodovias por onde passa a maior parte da produção do país rumo ao mercado internacional, o governo tirou do papel projetos iniciados há até uma década e não concluídos. É o caso da duplicação da rodovia Fernão Dias (BR-381), ligando São Paulo a Belo Horizonte, iniciada há 10 anos e que recebeu R$ 45 milhões este ano.

Há mais de oito anos, a população do Sul do Brasil espera a conclusão da duplicação da BR-101, no trecho entre Palhoça/SC e Osório/RS, adequação retomada pelo governo federal, para acabar com problemas em decorrência na movimentação naquele trecho, onde aconteceram centenas de mortes. Somente para este segmento de 348 quilômetros, o Ministério dos Transportes programou cerca de R$ 500 milhões de investimentos em 2005.

Outra intervenção importante em fase de conclusão diz respeito à duplicação dos 435,9 quilômetros e restauração de 669,8 quilômetros das rodovias BR116/376/101, entre São Paulo e Florianópolis. Também estão em andamento as obras de duplicação e restauração de 135,9 quilômetros da BR-050, entre Uberaba e Uberlândia, importante via para a ligação entre as regiões Centro-Oeste e Sudeste, que deverão estar prontas em 2006.

Para o ano de 2006, o plano é dar seqüência à recuperação de rodovias e iniciar obras, como a duplicação da BR-101/Sul e a duplicação da BR-101/Nordeste.

Subsecretaria de Comunicação Institucional da Secretaria-Geral da Presidência da República