Author`s name Pravda.ru

Esperança...poema de Joyce, 14 anos de idade

Esperança

Meninos de rua, meninos de estrada, pobres dentro de casa.

Menino criança, menino carente, que vive sem esperança.

Menino sem nome, menino aprendiz, que vive sempre a pensar.

Menino que rala, menino que cala, com fome vai trabalhar.

Menino feliz em nosso pais um sonho irá se tornar. Joyce Santos Maia