GUERRA NO IRAQUE

O brasileiro acompanha a guerra do Iraque de uma maneira desumana e insensível.

A razão desse fato está na TOTAL insensibilidade dos “nossos” jornalistas, que graças à lavagem cerebral ocorrida no nosso país há décadas, sob a direção da organização Globo de jornalismo, criou, o que bem poderemos chamar de : jornalistas desumanos.

Presto muita atenção ao que eles falam; quando não tenho que parar para vomitar. São apresentações das mais modernas armas: o numero de tiros que podem dar por minuto, a distancia que atingem e a destruição que causam, etc...etc.

Em 1969, quando de minha passagem pela Itália, já tinha visto pela TV italiana a propaganda de fabricas de armas, onde as mais modernas eram apresentadas como num desfile de moda. Olhe essa metralhadora: as suas linhas ultramodernas, a sua leveza e seu acabamento, deixam qualquer freguês feliz! Pode atirar 6.000 balas por minuto!

Mas, voltemos aos “nossos” jornalistas, informando o desenrolar da guerra no Iraque; e pasmem senhores, os mais assanhados e felizes são de sexo feminino.

Bombas em Bagdá, a terra treme, as explosões são violentíssimas; os norte-americanos mostram a sua força! Tanques avançando, matando centenas de soldados iraquianos, e alguns civis! Para os “nossos” jornalistas, as mortes de civis é um mero detalhe, que as próximas cenas de mais bombardeios e destruição nos fará esquecer.

Atenção! Esse bombardeiro que está saindo da Inglaterra em direção a Bagdá, leva mais bombas do que qualquer outro no mundo; dentro de algumas horas estará em Bagdá, jogando a sua mortífera carga!

Esses grandes FP insensíveis só não dizem, que nesse curto espaço de tempo, em que eles mostravam o fogaréu que se transformou Bagdá e as lindas armas que o fizeram; 50 lindas criancinhas tiveram seus corpos estraçalhados e suas mães acompanharam o martírio. Tudo isso para capturarem um único homem Saddam e descobrirem as armas de destruição em massa!

Os incapazes bastardos, assassinos norte-americanos não conseguiram seus objetivos! Mas, onde encontraremos as crianças despedaçadas, que há bem pouco tempo alegravam as ruas de Bagdá, com seus sorrisos inocentes!

Armando COSTA ROCHA PRAVDA.Ru BRASIL