Rússia mantem embargo ao Mato Grosso do Sul e Paraná

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura do Brasíl, Gabriel Alves Maciel declarou esta terça–feira  estar avançando nas negociações para reabrir o mercado russo para a carne brasileira.

 O esforço, porém, não deve beneficiar todos os estados embargados pela Rússia. “Com exceção de Mato Grosso do Sul e do Paraná, os demais estados podem receber autorização para voltar a vender para a Rússia”, afirmou Gabriel Alves Maciel. Em relação a esses dois estados, Maciel disse que “não existe a menor perspectiva de reabertura neste momento, porque os trabalhos sanitários não foram concluídos”.

Dois veterinários russos estão no Brasil desde o começo de agosto para vistoriar laboratórios, serviços de defesa sanitária e as regiões de Mato Grosso do Sul e do Paraná onde foram diagnosticados focos de febre aftosa a partir de outubro do ano passado. Só em Mato Grosso do Sul foram confirmados 33 casos da doença.

 Em resposta ao problema sanitário, o governo russo barrou as importações de carnes e subprodutos de oito estados brasileiros: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. Em abril, o Rio Grande do Sul recebeu autorização para retomar as vendas para Rússia.

 Atualmente, além do Rio Grande do Sul apenas Tocantins e Rondônia estão habilitados a vender carnes para a Rússia.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal