Author`s name Pravda.ru

Modernizção de educação em Portugal

A Comissão Nacional de Protecção de Dados abriu um inquérito para investigar a alteração de relatórios na internet relativos a alunos com necessidades educativas especiais, denunciada pela Federação Nacional dos Professores (Fenprof).

A secretária-geral da comissão, Isabel Cristina Cruz, confirma a recepção de uma queixa da Fenprof, dia 5, e a consequente abertura de um inquérito, “ainda em fase de instrução e averiguação”.

Segundo a Fenprof, os relatórios individuais dos alunos, introduzidos na página da internet do Ministério da Educação pelos seus docentes, podiam ser alterados por outros professores sem qualquer relação com os estudantes. Vítor Gomes, coordenador da Fenprof para a área de Educação Especial, diz que vários professores queixaram-se da alteração “aparentemente por um erro informático”.

Segundo “Correio da Manhã”

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal