Ucrânia oferece Belarus para concluir o pacto de não-agressão

O lado ucraniano oferece à Bielorrússia a conclusão de um pacto de não-agressão, disse o presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, em uma reunião para discutir a situação sócio-política do país, informou a agência de notícias BelTA.

Segundo Lukashenko, o Ocidente ainda não desiste de seus planos para a Bielorússia. Extremistas e militantes estão sendo treinados na Ucrânia, acrescentou ele.

"Não sei por que os ucranianos precisam disso". Por um lado, eles nos pedem para não lutar com a Ucrânia em nenhuma circunstância, para que nossas tropas não se desloquem para lá". Eles propõem a assinatura de um pacto de não agressão. Por outro lado, eles preparam esta mistura explosiva e os armam", acrescentou Alexander Lukashenko.

Em 23 de janeiro, Lukashenko disse que a situação em torno de Belarus não era fácil. Ele falou particularmente sobre a situação militar-política e econômica. No mesmo dia, Lukashenko aprovou a decisão de proteger a fronteira estatal da Bielorússia no espaço aéreo. As autoridades bielorrussas nunca haviam tomado tal decisão antes.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin