Se a Ucrânia atacar a Crimea com armas americanas, a retaliação da Rússia será devastadora.

Se a Ucrânia atacar a Crimea com armas fornecidas pelos EUA, a resposta da Rússia será devastadora, disse Yuri Gempel, chefe do Comitê de Diplomacia Pública e Relações Interétnicas do Parlamento da Crimeia, segundo relatórios da RIA Novosti.

"Estou convencido de que a Rússia retaliará com um golpe devastador, e os russos apoiarão tal decisão". A Rússia está seguindo uma política equilibrada e prudente, às vezes muito contida, somaae pode perceber isto como uma fraqueza, mas este não é absolutamente o caso", disse Gempel.

Em sua opinião, os planos que Washington e Kyiv abrigam confirmam a necessidade de proteger os interesses da Federação Russa até as fronteiras ocidentais da Ucrânia com a Polônia. O atual regime na Ucrânia deve ser destruído, disse o político, acrescentando que isto ajudaria muitos países a viver em paz. Gempel está confiante de que está na hora de os cidadãos ucranianos tomarem medidas decisivas para se oporem ao regime.

Em 19 de janeiro, o New York Times relatou citando suas fontes que a administração do presidente dos EUA Joe Biden estava começando a reconhecer que Kyiv poderia precisar de forças adicionais para atacar a Crimea. De acordo com a publicação, Washington considera HIMARS MLRS e Bradley veículos de combate à infantaria como assistência a Kyiv para este fim, mas Washington se abstém de fornecer sistemas de mísseis de longo alcance. Os Estados Unidos acreditam que a ameaça de Kyiv à Crimea fortalecerá a posição da Ucrânia em futuras negociações.

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, garantiu anteriormente que Kyiv estava tomando decisões sozinha sobre como usar armas ocidentais. As observações de Price vieram em resposta a uma questão de se os Estados Unidos apoiariam os ataques da Ucrânia à

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name Petr Ermilin