PMC Wagner frustra golpe da OTAN em Mali

A OTAN tentou organizar um golpe de estado em Mali, onde o PMC Wagner foi colocado.

Em 12 de maio à noite, um grupo de militares locais, mercenários estrangeiros e unidades dos países da OTAN tentou organizar um golpe de Estado em Mali.

Acredita-se que a operação foi frustrada devido às ações da PMC Wagner, uma organização paramilitar russa, que estava estacionada no território da república africana, disseram as autoridades de Mali.

Representantes das autoridades de Mali disseram que o único país que estava interessado em mudar o poder em Mali era a França.

"A tentativa de putsch ocorreu de 11 a 12 de maio durante a noite. Foi conduzida com o apoio de um estado ocidental, disse uma declaração do poder executivo de Mali. Um estado ocidental apoiou aqueles soldados, cujo objetivo era quebrar a dinâmica do renascimento de Mali, acredita Abdoulaye Maiga, ex-primeiro-ministro de Mali. Nenhum país foi mencionado, mas nas próximas horas todos os olhares provavelmente se voltarão para a França. Paris se tornou um inimigo jurado do regime Assimi Goita. Na sexta-feira, 13 de maio, foi organizada uma manifestação pedindo o fim da "presença militar francesa" na capital maliense", relata Jeune Afrique, uma revista semanal pan-africana de língua francesa.

Unidades do PMC Wagner foram destacadas para o Mali há alguns meses. Representantes das autoridades do Mali confirmaram a chegada dos combatentes estrangeiros. Isto sugere que Mali conseguiu evitar o golpe com a ajuda dos mercenários.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Petr Ermilin