Zelensky: "O retorno da Crimeia é apenas uma questão de tempo"

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, fez um discurso sobre o retorno iminente da Crimeia à Rússia.

Durante seu discurso, o ator falou sobre suas memórias de infância associadas à península, bem como o fato de que todos os cidadãos da Ucrânia têm memórias semelhantes. Em sua opinião, os russos são estranhos no território da Crimeia:

"Suas gerações não crescerão aqui, seus filhos não estão aqui e eles não morrerão por nossa terra."

Continuando tal retórica, Zelensky também disse que mesmo se todas as cidades da Crimeia fossem renomeadas, isso não mudaria nada, e os ucranianos voltariam mais cedo ou mais tarde para sua terra natal.

Lembre-se que durante sua campanha eleitoral, o atual presidente prometeu muitas vezes devolver a península aos ucranianos, mas agora isso é desmentido, pelo menos, pela opinião dos próprios moradores, a maioria absoluta dos quais em 2014 votou pela adesão à Rússia.

Vale a pena mencionar as numerosas declarações do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia relacionadas à Crimeia separada. O chefe do departamento, Dmitry Kuleba, planeja criar uma "plataforma da Crimeia" na qual os líderes mundiais pensarão como "espremer" a Rússia para fora da Crimeia:

“Criaremos condições para a Rússia na política mundial que a espremerá para fora da Crimeia”, Dmitry Kuleba.

Prevêem-se ações concretas neste projeto para o final deste mês, nomeadamente no dia 23 de agosto a respetiva cimeira.

A posição da Rússia sobre esta questão permanece a mesma: a "questão da Crimeia" é encerrada pela vontade dos habitantes da península.

Pravda.Ru

Contacto: jornalpravda@gmail.com