Pravda.ru

Notícias » unknown


OS HEROICOS HOMENS BOMBA

19.01.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Por esse motivo, e, em desespero de causa; além do ódio de ver suas famílias assassinadas por erro de calculo dos bombardeios, por engano dos soldados a noite, ou mesmo por desejo de matar da maquina em que se transformaram os soldados, educados para não serem humanos, os homens bomba renasceram, enfrentando os assassinos com a única arma que pode ser usada com algum resultado: os seus próprios corpos!

Os agressivos invasores! E só contra eles, contra esse tipo anormal de criaturas, poderemos dizer até, piores do que qualquer animal selvagem, os homens bomba agem. Eles não têm alternativas, pois depois de verem suas casas tomadas, queimadas ou explodidas pelo ataque dos mais modernos aviões de combate do mundo, e depois de verem algum membro de suas famílias: mãe, pai, filho ou filha, servirem de alvo para os assassinos, eles, desarmados, mas com o espírito de vingança, atacam! E aí sim, o Mundo cretino, a ONU inoperante, a Mídia na mão dos criminosos, condena os que deram o ultimo suspiro de suas vidas, para vingarem a morte dos seus entes queridos.

Quantas vezes, esses, hoje considerados terroristas, viram TODA a sua família passar varias vezes pelo vexame de ter que se submeter às ordens do inimigo? Quantas vezes o suicida chorou por tristeza, desespero ou ódio! Poucos sabem, o que representa o sofrimento de um povo, depois de ser tirado dele TUDO o que um ser humano presa!

Sinto, que depois de Adolf Hitler, não sei a razão disso (será arrependimento ou aprendizado), os norte-americanos se tornaram muitas vezes piores do que ele.

Aplaudimos os maquis na França, ao se transformarem em homens bombas, e chegamos até a aplaudir os guerrilheiros russos, quando se jogavam debaixo dos tanques dos invasores alemães!

Pergunto agora! Por que não, os palestinos e os iraquianos?

Termino o artigo, fiel a minha coerência: VIVA! OS HOMENS BOMBA DE QUALQUER PAÍS!

Meu artigo foi escrito em homenagem especial a uma pobre mãe, que depois de ver o que não gostaria que nem o meu pior inimigo visse, resolveu se sacrificar, em nome dos princípios básicos, sem os quais não se pode viver. Que a palestina Reem Saleh Al Riyachi, com seus 22 anos, mãe de dois filhos, e moradora na faixa de Gaza, seja recebida por DEUS, que TUDO vendo, deverá condenar os invasores ao inferno, mil vezes pior, do que os homens bomba possam fazer!

Armando COSTA ROCHA PRAVDA.Ru BRASIL

 
2496
Loading. Please wait...

Fotos popular