Pravda.ru

Notícias » unknown


Segunda Guerra Mundial: Comemorações e Reflexão

12.05.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Na Rússia a data é a mais importante do calendário sendo comemorada em todo o país como: Guerra Patriótica. A União Soviética foi o país que mais sofreu com as baixas na segunda guerra com um saldo de 26 milhões de soviéticos mortos.

A Europa foi arruinada com a guerra, depois da rendição alemã e o fim do III Reich, o cenário era de um continente destruído: cidades arrasadas e economias debilitadas, pessoas com fome e doentes e milhões de mortos em ruas cheirando a cadáveres.

Porém, não poderia deixar de falar das maiores vítimas do nazismo: Os judeus. A história do povo judeu, já muito sofrida, culminou com o nazismo.

Desde que foram expulsos de Jerusalém pelo Império Romano em 70 D.C ocorreu a diáspora judaica. Sem uma nação (Israel) eles ainda conservaram suas crenças, língua e cultura. Eles acabaram por se tornar um grupo totalmente estranho nos países em que se fixaram e isso os levou a sofrer discriminação e perseguição. Primeiro foi com a Santa Inquisição que os acusaram de traidores e assassinos de Jesus Cristo, na Idade Média. Os judeus que não se converteram ao catolicismo foram torturados e queimados na fogueira. Já na Idade Moderna com a Reforma Protestante e Contra Reforma Católica, muitos fugiram das perseguições religiosas mudando-se para á América. No final do século XIX e início do século XX os judeus continuaram marginalizados na sociedade européia.

Na Rússia ocorreram os progroms, ataques sangrentos aos judeus, muitos dos quais abandonaram o país. Houve também os que ficaram fundaram o movimento sionista com o objetivo de voltar a Jerusalém, na Palestina. O movimento ficou mundialmente conhecido com o jornalista húngaro Theodor Herzl, que publicou em 1896 o livro: O Estado Judeu que defendia a tese de que os judeus deveriam ter seu próprio Estado para se protegerem do anti-semitismo. Essa declaração de Herzl parecia palavras proféticas sobre o futuro: O holocausto.

O regime nazista cometeu a maior barbárie contra o povo judeu: perseguiram, roubaram, torturaram e humilharam das mais variadas formas durante todo o período que durou a segunda guerra (1939-1945). Os relatos e histórias dos judeus que sobreviveram aos horrores de Hitler são chocantes e lamentáveis. Até aonde pode ir a crueldade e a frieza dos seres humanos?

Seis milhões de mortos é um número notável que até hoje causa assombro e indignação, mas nos livros constam apenas números, nos cemitérios apenas os nomes nas lápides. Mas alguém já se perguntou de quem eram aqueles nomes? Quando se referem a esse número: seis milhões, eu penso: sonhos desfeitos, vidas roubadas e lágrimas eternamente mudas diante da injustiça e do genocídio.

A data 09 de maio será sempre lembrada em todo o mundo, mas que ela faça mais do que apenas isso, seja uma reflexão sobre o preconceito, discriminação e a intolerância e um alerta para conter o radicalismo de extrema-direita e os grupos neo-nazistas.

Michele MATOS Pravda.Ru

 
3046
Loading. Please wait...

Fotos popular