Pravda.ru

Notícias » unknown


A Verdade Sobre a Palestina

09.04.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A imprensa Mundial, com exceção das TV árabes, transmitem a guerra no Iraque com uma visão Pró-EUA e os conflitos na palestina de forma pró–Israel.

Noticiam os palestinos como “Terroristas que atacam o inocente povo judeu” será que isso é verdade?.

Vejamos a razão dos conflitos, para isso temos que analisar a origem das disputas entre Israel e Palestina.

Oriente Médio As origens do conflito.

Durante Séculos, o Oriente Médio pertenceu ao Império Turco-Otomano. Depois da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) os turcos perderam o domínio para a França e Inglaterra. Após a segunda guerra mundial (1937-1945) os países do oriente médio obtiveram a sua independência.(mas a dependência econômica nunca foi assegurada).

No final do século XIX, um intelectual judeu austríaco, Theodor Herzl, criou um movimento sionista que pregava o retorno judeu á sua terra natal, a Palestina. O problema é que já existia um povo árabe nessa região: Os Palestinos. Começava a disputa entre judeus e palestinos pelas melhores terras.

A Criação de um Estado Israelense

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o mundo estava chocado com o massacre do povo judeu pelo regime nazista. Em 1947, a ONU com o apoio da URSS e os EUA, aprova a plano da partilha da Palestina. O Estado de Israel para os Judeus e a Palestina para os árabes. ( Na realidade nunca existiu um estado Palestino). Fica então decidido, 14.000 Km 2 para o Estado de Israel e 11.500 km 2 para os palestinos. (Nesta época a população de palestinos era o dobro da população de judeus, e estes ficaram com mais terras.

Reação da Liga Árabe

Os países árabes consideraram a divisão uma imensa injustiça, e um dia após a proclamação da independência de Israel em 1948, forças do Egito, Iraque, Transjordânia (Jordânia) Líbano e Síria entram em guerra com Israel. Mas com apoio dos EUA, Israel vence facilmente o exercito árabe.

Israel anexa 75% do território palestino e cerca de 700 mil palestinos se refugiam em estados vizinhos.

O Drama do povo Palestino

Em 1959, é criada a Al Fatah, uma organização militar liderada por Yasser Arafat, objetivando a criação de um Estado Palestino. Cinco anos depois seria criada a OLP( Organização para a libertação Palestina).

Na guerra dos sete dias em 1967, os israelenses ocuparam o deserto do Sinai no Egito, a Faixa de Gaza, Cisjordânia, e as colinas de Gola da Síria, e a parte oriental de Jerusalém, e o sul do Líbano.

Os Dois Genocídios do povo Palestino: Ariel Sharon e George Bush

Os Estados Unidos (país que concentra a maior comunidade judaica) é aliado de Israel e seu primeiro ministro Ariel Sharon, que juntos oprimem o povo palestino. Os Estados Unidos procuram mediar os conflitos no oriente médio, de uma maneira nada transparente. Os Estados Unidos ignoram o massacre que os soldados israelenses fazem com a população civil na palestina.

George Bush, faz vista grossa às atrocidades cometidas por Ariel Sharon e seus homicidas, que continuam a acusar inocentes civis de terroristas, atacar escolas matando crianças, destruindo suas casas, e matando sua família.

Israel já completou meio século de existência, os palestinos continuam sem uma nação com terras ocupadas por Israel.

A Injusta na mídia internacional

Os Atentados terroristas cometidos pelos árabes é uma triste realidade que retrata a situação desoladora e a injustiça contra o povo palestino. Sem terra, sem um país, sem armamentos para enfrentar o poderio militar dos israelenses (apoiado pelos americanos). Suas casas são destruídas pelos tanques israelenses, seus filhos são mortos, sua liberdade de ir e vir é restrita, porque os soldados israelenses patrulham áreas no território palestino humilhando os civis, agredindo e insultando os árabes.

Os israelenses estão destruindo um povo, que há mais de 2000 anos conviveu pacificamente com os judeus. Os líderes de Israel e o Genocida Ariel Sharon, questionam a integridade de um líder palestino Yasser Arafat que toda a sua vida lutou pela criação de um justo estado palestino e a dignidade do seu povo.

É tudo isso, não é noticiado pelas TVs Ocidentais, que preferem tratar o inocente povo palestino como terroristas.

Todos os fatos são ocultados pela imprensa, e acabam sendo coniventes com as atrocidades do governo israelense e seu terrível aliado, os EUA.

Michelle MATOS PRAVDA.Ru BRASIL

 
4681
Loading. Please wait...

Fotos popular